codedmind.com

something later…

Arquivo da categoria 'Linux'

Windows ou Linux, os dados e definições no Firefox e Thunderbird

Em casa, apenas um dos meus computadores ainda têm windows, e mesmo esse já têm Linux, ainda o têm porque é o computador que têm os componentes mais recentes, inclusive está com raid0. Por tudo isso e por falta de pachorra para fazer backups e instalar só o Ubuntu, decidi instalar o Ubuntu em dual boot e fazer a migração mais lentamente.

É que devido ao raid0 tenho alguns scripts em windows para fazer backups diários para o SO não me oferecer surpresas.
Em Linux também já há substitutos mas isso fica para outro artigo. Bom uma coisa que me aprontei logo foi saber como poder usar os meus dados do Firefox e do Thunderbird no Linux caso tivesse feito boot em Linux ou usá-los em windows em caso contrário. Por incrível que possa parecer foi bastante simples.

Primeiro criei uma partição FAT32 (podia ser NTFS, desde que com permissão de leitura e escrita em ambos os Sistemas Operativos serve…), depois movi para a raiz dessa partição a pasta do Firefox (C:\Documents and Settings\user\Application Data\Mozilla) e a do Thunderbird (C:\Documents and Settings\user\Application Data)

Feito isto, falta criar um novo perfil, tanto em windows como em Linux. Para isso executar
Windows:

firefox.exe -profilemanger
thuderbird.exe -profilemanger

Linux:

mozilla-firefox -profilemanager
mozilla-thunderbird -profilemanager

Elimine o perfil antigo e crie um novo em que o directório seja a pasta da nova partição que foi criada anteriormente.
Este passo terá de ser feito quatro vezes, duas em Linux e duas em windows…

1 comentário

Partições em Linux

Parece que não fui o único a achar extremamente útil um artigo publicado pelo Marco do Bitaites.

Neste artigo, o Marco explica de uma maneira bastante “boa” como entender as partições no Linux. Se ao instalar Linux têm dúvidas com partições é um bom sítio para dar uma leitura.

Sem comentários

Glipper

O Linux é extremamente competente no que diz respeito ao “copy e paste”, podemos executar este processo, seleccionando o texto que queremos copiar e depois clicar com a roda do rato para colar, o texto seleccionado anteriormente.

É sem dúvida bastante mais rápido do que a tradicional forma do ctrl+c seguido do ctrl+v, claro que no Linux este método também está disponível, assim como todos os outros tradicionais, mas o primeiro é bem mais rápido.

No entanto o Linux têm uma preocupação no que diz respeito à área de transferência, ou seja se fechar a aplicação/janela de onde copiou o tal texto, vai automaticamente perde-lo. Isto por um lado é bom, se fechou é porque teoricamente já não irá precisar de nada que lá estava libertando assim a área de transferência.

Ora nem sempre é assim, e muitas vezes, fechamos algo mas queríamos manter determinado texto na área de transferência, é aqui que entra o Glipper. Que serve para gerir a área de transferência, para instalar num terminal digite o seguinte:

sudo apt-get install glipper

Página do projecto: glipper.sourceforge.net

Sem comentários

Compiz/Beryl + java = problemas

Como o próprio título diz, se usam o compiz/beryl e estão com problemas na interface de aplicações que usam o java(TM) (seja a versão 5 ou 6) a solução é simples.

Basta alterar o ficheiro de environment no directório etc, para isso, num terminal:

gksudo gedit /etc/environment

E adicionamos a seguinte linha:

AWT_TOOLKIT=”MToolkit”

Guardamos e fechamos.

Para mim resolveu alguns dos problemas com o eclipse…

Mais informações: wiki.beryl-project.org/wiki/Java

Sem comentários

Kiba-dock no feisty

O kiba-dock é uma barra de ícones semelhante à do Mac OS. Apesar de ainda estar no início do seu desenvolvimento já possui mais recursos e efeitos do que aplicações semelhantes. Para o kiba-dock funcionar correctamente precisa de já ter instalado o Compiz ou o Beryl.

Para instalar o kiba-dock é necessário adicionar o seu repositório, para isso, abrimos um terminal e introduzimos o seguinte:

gksudo gedit /etc/apt/sources.list

No fim do ficheiro colocamos as seguintes linhas:

# Kiba-dock
deb http://download.tuxfamily.org/3v1deb feisty eyecandy
deb-src http://download.tuxfamily.org/3v1deb feisty eyecandy

Salvamos e fechamos o gedit. De volta ao terminal fazemos o download e importamos a chave, para depois actualizarmos os repositórios:

sudo apt-get update && wget http://download.tuxfamily.org/3v1deb/DD800CD9.gpg -O- | sudo apt-key add –

Feita a importação da chave vamos instalar o kiba-dock

sudo apt-get install kiba-dock kiba-dock-dev kiba-plugins

Para iniciarmos o kiba-dock basta irmos ao menu dos acessórios e clicar em kiba-dock

Página do projecto: www.kiba-dock.org

2 comentários

Problemas com o refresh rate do monitor

Quem usa placas gráficas nvidia e linux possivelmente têm um problema de refresh rate.
Para saber se é uma destas pessoas digite a seguinte linha num terminal

xrandr

Partindo do principio que sabe qual devia ser o refresh rate do seu monitor, pode então comparar com o valor que lhe é mostrado na primeira linha (por norma assinalada com um *). Se estiver correcto, parabéns não precisa de continuar a ler este post :), caso contrário não lhe faz mal nenhum continuar.

Primeiro vamos fazer backup da actual configuração do Xorg:

sudo cp /etc/X11/xorg.conf ~/xorg.conf_AlterarRefresh

Agora vamos editar o ficheiro xorg.conf:

sudo gedit /etc/X11/xorg.conf

E adicionar a seguinte linha dentro da secção device (Section “Device”):

Option “DynamicTwinView” “False”

Deverá ficar algo assim:

Section “Device”
Identifier “Videocard0”
Driver “nvidia”
VendorName “NVIDIA Corporation”
BoardName “GeForce 8800 GTS”

Option “DynamicTwinView” “False”
EndSection

Fechar e guardar. De seguida reiniciar o X (ctrl+alt+backspace)

Agora num terminal confirmamos o refresh rate com o comando usado anteriormente:

xrandr

Importante: Se por acaso ao reiniciar o X este não iniciar e aparecer algum erro é porque poderá ter alterado alguma coisa no ficheiro de configuração que não devia. Para corrigir basta restaurarr o ficheiro do xorg.conf do qual se fez backup inicialmente:

sudo cp ~/xorg.conf_AlterarRefresh /etc/X11/xorg.conf

Sem comentários

Ubuntu Feisty Fawn 7.04 e problemas com vpn

Para aceder ao meu computador do local de trabalho, preciso de me ligar via vpn. A ligação têm de ser feita com o cisco vpn client.
A nova versão do ubuntu permite ligações a vpn através do network-manager e instalando o plugin network-manager-vpnc permite estabelecer as ligações vpn sem a necessidade da instalação do software da cisco.

Após as instalações destes consegui estabelecer a ligação, mas aí surgiram os problemas. Uns segundos depois da ligação ser estabelecida esta terminou sem motivo aparente. Após umas pesquisas no google descobri que o problema já tinha sido detectado por outras pessoas aqui, e sim, a solução também!

A solução passa pelo seguinte:
Num terminal…

cd /usr/src
sudo apt-get source vpnc
cd vpnc-0.4.0/debian/patches

Básicamente o que fiz foi fazer o download da source do vpnc, de seguida editei o seguinte ficheiro:

sudo gedit 00list

Já no ficheiro removi a seguinte linha 06_stolen_from_head
Guardei e fechei o ficheiro. O próximo passo foi criar o *.deb para a instalação do pacote sem a tal linha conflituosa:

cd ../..
sudo debian/rules binary
cd ..

Já com o pacote criado, removi o pacote que estava instalado (o tal que se desliga) e instalei o que criei:

sudo apt-get remove vpnc
sudo dpkg -i vpnc_0.4.0-2ubuntu1_i386.deb

Importante: Se tiverem o network-manager-vpnc instalado antes de fazerem este processo, têm de o voltar a instalar. E atenção ao fazerem actualizações de sistema, uma vez que o pacote vpnc que vos vai ser sugerido é o tal que dá problemas. Se por algum motivo o instalarem voltam ao ponto de partida…

Deixo-vos aqui o *.deb que criei, caso não queiram ter tanto trabalho.

UPDATE: A comunidade já resolveu esta questão, a versão vpnc-0.4.0-2ubuntu1.1 funciona às mil maravilhas. Podem actualizar

2 comentários

 « Página anterior